Bem Viver Sintonizados

Dicas de como saborear as comidas juninas sem prejudicar a forma  

Dr Thomas Araujo é nutricionista da Rede Alpha Fitness
Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana
Os festejos juninos são aguardados com muita expectativa na região Nordeste e tornam tudo mais colorido, a começar pela decoração, a variedade dos fogos e, em especial, as comidas. Quanto a estas últimas, logo surge a dúvida: como controlar o peso e manter a saúde em dia diante de tantas delícias? Os especialistas alertam que não precisa se desesperar. A depender das escolhas, as opções poderão ser saborosas e saudáveis, sem comprometer o peso. Claro que tudo depende também de moderação e boas escolhas.
O milho é fonte de energia, fibras e é o mais tradicional alimento da maioria dos pratos juninos, seguido pela mandioca. “É preciso ter cuidado com o seu consumo em excesso, em especial quando associado com gordura, a exemplo da manteiga, utilizada no milho cozido ou na pipoca”, explica o nutricionista Thomas Araújo (foto), da Rede Alpha Fitness.
O amendoim é outro ingrediente típico, rico em potássio, magnésio, zinco, proteína e gordura monoinsaturada (benéfica ao organismo). “Algumas iguarias feitas com o amendoim podem conter grande quantidade de açúcar, como o pé de moleque (490 Kcal em 100g) e a paçoca (150 Kcal em 30g). Sendo assim, deve ser consumido com moderação”, acrescenta. A tapioca também é muito consumida nas festas juninas e pode ser ingerida doce ou salgada. Por ser produzida a partir da mandioca, é rica em carboidratos e possui alto teor energético. Portanto, é bom ter cuidado com a quantidade a ser consumida.
“O melhor é sempre optar por recheios com proteínas ou gorduras boas, como queijos brancos e/ou coco seco ralado”, alerta Thomas. Nas festas juninas, além das comidas, os licores são muito populares e podem se tornar grandes vilões. Além do teor alcoólico, são adicionadas as calorias do açúcar, que podem deixar a bebida com quase 150 Kcal em uma dose de apenas 50 ml.
Para os especialistas, a moderação é mesmo a melhor saída. “Dá pra curtir as festas dançando muito forró, gastando a energia e saboreando bem as iguarias juninas. A melhor recomendação é não esquecer os hábitos de uma vida saudável como a hidratação, mastigar bem os alimentos e optar sempre por alimentos mais naturais. Se alimentar antes de sair de casa para que a tentação de comer compulsivamente diminua é uma outra boa pedida”, aconselha Thomas.
 

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O acontece de interessante na Bahia, cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda e entretenimento. E muito mais!!

Faça um comentário