Conviver

Nino Nogueira fala sobre a segunda edição da Tidelli Art Week

Fatima Camelyer e Nino Nogueira IMG_5398
Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Unir trabalhos de artistas contemporâneos com o  conceito de modernidade dos móveis artesanais da marca Tidelli foi o principal desafio do profissional de arte e decoração Nino Nogueira, ao assumir a curadoria da segunda edição da Tidelli Art Week.  O evento, que será aberto nesta quinta-feira, 18 de maio, com um coquetel para convidados, às 19h, na loja-showroom da marca (Alameda das Espatódeas), apresentará ao público as obras dos artistas Daniela Steele, Karol Coelho, Mônica San Galo, Erickson Britto, Fátima Camelyer e Juju Luz.

Em entrevista ao Alma Baiana, o proprietário da NN Decor e Galeria, Nino Nogueira (na foto, com Fátima Camelyer), explicou que quis fazer um mix de tendências artísticas ao selecionar os trabalhos que compõem esta Tidelli Art Week. “Mônica San Galo tem um trabalho mais voltado para a natureza, assim como Karol Coelho, que tem uma pegada bem parecida; Erickson Britto é mais contemporâneo, o que tem muito a ver com os móveis modernos da Tidelli, e Daniela Steele tem um trabalho maravilhoso e reconhecido”, afirmou o curador.
Às telas de Mônica, Karol e Daniela e esculturas de Erickson juntam-se nesta mostra as bijoux home de Juju Luz e as almofadas artesanais de Fátima Camelyer, esta a única artista entre os seis que participou da edição anterior do evento. Fátima comparece com suas almofadas sofisticadas e temáticas, com belos bordados e estampas, em sedas ou em textura em alto relevo com veludo.
Juju Luz, reconhecida pela riqueza de suas bijuterias, apresenta na mostra seus trabalhos em bijoux home – acessórios para decorar casas -, com inspiração no mar e utilização de matéria-prima australiana. As esculturas em aço de Erickson Britto têm contornos construtivistas e são inspiradas na paisagem urbana. Mônica San Galo destaca as cores e as recordações do coração em seu trabalho Impressões em Pergaminho.
A pernambucana Karol Coelho traz uma tela com a imagem de Iemanjá, em referência ao feminino, à Bahia e ao figurativo. Já Daniela Steele denuncia os maus-tratos com a natureza em seus desenhos com a técnica de pastel seco sobre papel.
DIÁLOGO
Desde o início o curador se preocupou em estruturar a mostra tendo em vista uma identificação entre os artistas convidados e o conceito da casa. “Eu queria que os trabalhos tivessem a ver com o público habitual da Tidelli e que, principalmente, conversassem com o mobiliário”, explicou.
Nino também aposta na integração dos públicos dos artistas convidados para que a 2ª Tidelli Art Week cause o impacto esperado. “Acho que vai ser uma mostra muito bem aceita, porque fiz um mix de diferentes estilos. Já realizei exposições de Erickson Britto e de Daniela Steele em minha galeria e foram um sucesso. Agora, com eles juntos, a mostra unirá o público de cada um e também dos outros convidados”.
Sobre o convite para que ele assumisse a curadoria da segunda edição, Nino explicou que deve-se sobretudo à seriedade dos trabalhos de ambas as partes. “Gosto muito das pessoas da Tidelli, são muitos sérias, e elas também sabem que sou muito sério, sempre prestigiaram meus eventos. Elas queriam uma coisa mais sólida nesta edição, com alguém da área de arte, mais experiente”.
Para o curador, é importante que empresas como a Tidelli mantenham este vínculo com a cultura, para que a arte seja difundida cada vez mais. Na exposição, as obras estarão à venda para que as pessoas interessadas possam adquirí-las e integrá-las ao ambiente de suas casas. “Acho que tem que se levar a arte para o mundo, quanto mais arte melhor, as casas ficam mais bonitas e com mais personalidade”, afirma. A mostra permanece aberta até o dia 23 de junho.

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O acontece de interessante na Bahia, cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda e entretenimento. E muito mais!!

Faça um comentário