Turistando

A reabertura do Museu Carnavalet – História de Paris

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Após quatro anos de reformas, o Museu Carnavalet – História de Paris, abriu as suas portas em 29 de maio passado. A vida parisiense, em todos os seus aspectos, está, desde então, de volta! É simplesmete o museu mais antigo da Cidade Luz, datando de 1880, com um acervo espetacular de 3800 obras expostas, da Pré-História até a série de fotos de 2020, do confinamento da cidade durante a pandemia. Nada foi esquecido.

É uma viagem no tempo da mais bela e visitada cidade do planeta: o seu modo de vida, seus bairros, as datas marcantes, etc, em pinturas, esculturas, mobiliário, objetos de arte, distintivos e símbolo-mor atribuído à cidade, o  barco, fotografias, desenhos, cartazes e maquetes, no coração da cidade, na Rua de Sévigné, bairro do Marais, 3⁰ distrito.

.
.
A visita começa pelo sala dos distintivos da cidade de Paris
.
.
Ele percorre do período Mesolítico (9000-5000 a.C.), passando pela Idade Média, o Renascimento e o Século das Luzes (do meio do século XVI ao fim do século XVIII), a padroeira da cidade, Santa Genoveva, a Revolução Francesa com a Queda da Batilha, a virada dos séculos XIX/XX com a famosa Belle Époque, as duas Grandes Guerras, e a última parte, de 1977 até os dias de hoje. A sua diretora é Valérie Guillaume.
.
.
A Belle Époque, que tanto contribuiu para a imagem da cidade do mundo, tem destaque
.
.
O prédio do museu era uma mansão particular, construída no século XVI para o presidente do Parlamento de Paris, Jacques des Ligneries, à qual em 1989 foi anexada outra, a Le Peletier de Saint-Fargeau. Ele tem o nome de Carnavalet porque ali morou, a partir de 1677, uma figura emblemática da vida intelectual parisiense do século XVII,  Madame de Sévigné (nome da rua) que apelidou a mansão de “La Carnavalette”.
.
.

Somente o museu, em si, cobre 450 anos de arquitetura, e a coleção tem 150 anos. É um cenário histórico excepcional e de extremo bom gosto, imprescindível para quem curte história e quer conhecer bem mais sobre Paris.

 

Mais informações: www.carnavalet.paris.fr e www.parismusees.paris.fr

 

. Por Duda Tawil, texto e fotos, membro da APE, correpondente do Alma Baiana na França

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário