Divando

Capulana muito mais que um retalho…

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Capulana Tecido usado na África desde os séculos IX e X período em que iniciaram as trocas comerciais com os árabes persas e os povos que viviam ao longo do litoral.

Segundo pesquisas a proximidade com o continente facilitou a importação de tecidos dos indianos principalmente os que eram comercializados  em Moçambique desde a época que era colônia da Holanda.

Devido as suas imperfeições, os holandeses levaram para Moçambique para serem usados como vestimenta local.

As Capulanas medem 1,80×1,20m e são usadas para cingir o corpo das mulheres, amarrar na cabeça como turbante, carregar os filhos nas costas sem precisar colocar no colo e ter as mãos livres. A mulher moçambicana se sente bem vestida quando usa Capulana.

As estampas são interpretativas, cores fortes e vibrantes, usando a técnica do BATIK e os desenhos carregados de significados como poder e riqueza. Vibração cultural muito presente nos hábitos e costumes. Relatos familiares, nascimentos, casamentos e enterros ou acontecimentos históricos e políticos.

Além do vestuário, também no uso doméstico para toalha de mesa, cortinas e lençol, confeccionados em tecidos de fibra natural como Algodão e Rami. Os traços geométricos e abstratos estão presentes nos seus desenhos. Muito mais que um pedaço de retalho, pano ou Tecido…

Considerada Patrimônio Cultural de Moçambique é usada legalmente em todo o país.

No Quênia chama-se Kanga no Senegal Pagnes e em Angola Pano.

”Em qualquer lugar as Capulanas, dão vida e cor as estradas de terra que cortam a paisagem monótona das savanas ou as ruas e mercados das ruidosas estradas africanas.”

Os bons exemplos se arrastam…

A cultura africana inspirou a designer de estampas paulista Clarisse Romeiro do @veredasatelier desenvolver a coleção Kapulanas para a Donatelli Tecidos. ”Utilizo-me de recursos linguísticos da estamparia para me comunicar”.

Foram viagens, pesquisas, personagens que serviram de material de trabalho para a criação das estampas dos Tecidos.

Estive no lançamento para ver de perto e gostei bastante. São estampas coloridas que podem ser coordenadas entre si ou mesmo mescladas com outras tramas e texturas. Assim sendo, devem ser usadas como elemento de destaque pois tem bastante presença. Aproveite para estofar uma poltrona, fazer almofadas ou mesmo forrar uma parede, vai ficar show!!! Os designers e estilistas antenados “curtem” bastante as Capulanas. Acredite!

 

*Por Ana Ferrer

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário