Alma News

Christelle Téa expõe “Museus Desenhados” em Paris

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Jovem artista plástica francesa de origem chinesa, nascida em 1988, a talentosa Christelle Téa volta à cena nas galerias e nos museus parisienses e da região, desta feita no Museu Cognacq-Jay, no 3⁰ distrito da Cidade Luz: hoje, dia 9, começa a exposição “Museus Desenhados”, e que vai até 3 de janeiro de 2022.

Christelle apresenta seus “Museus Desenhados” até 3 de janeiro de 2022

Formada pela prestigiosa Escola de Belas Artes de Paris, onde em 2015 recebeu os parabéns unânimes do júri ao conquistar o Diploma Nacional Superior de Artes Plásticas, nesta mostra a artista apresenta cerca de 75 desenhos em nanquim, realizados diretamente, “in loco”, em 14 museus e sítios históricos da capital francesa, donde o título da mesma.

Ela não faz esboço ou rascunho do que vai desenhar. Tudo é captado com sua técnica e emoção do instante em que se instala diante de um quadro, de um móvel, de um objeto ou de um monumento, e daí surge o desenho definitivo!

Notre-Dame de Paris, em nanquim, por Christelle Téa

São curadoras da exposição Annick Lemoine, diretora, e Sixtine de Saint-Léger, adida do setor de conservação, ambas do Museu Cognacq-Jay, inaugurado em 1929 por Ernest Cognacq (1839-1928) e continuado por sua mulher, Marie-Louise Jay. Em 1990, foi transferido para o local atual, o Hôtel Donon, no bairro do Marais.

Mais informações no site da instituição museecognacqjay.paris.fr, no site pessoal da artista christelletea.com e também, de forma geral, no parismusees.paris.fr

Por Duda Tawil, texto e fotos, correspondente do Alma Baiana na França

 

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário