Alma News

Cruzeiros científicos registram grande acúmulo de resíduos sólidos no litoral de Salvador

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Durante os cruzeiros científicos para coleta de dados no âmbito do Projeto Baleias Soteropolitanas (PBS), a equipe de pesquisa do Instituto Redemarbrasil e da Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (ACEB) tem observado uma grande quantidade de resíduos sólidos à deriva no mar. Sacolas de plástico, embalagens de produtos, sandálias de borracha, preservativo e até um carrinho de brinquedo de tamanho considerável foram encontrados pelos pesquisadores.

Uma enorme barreira composta de resíduos sólidos formada pela corrente marinha chamou especialmente a atenção dos navegantes na última semana, principalmente por sua localização, na mesma área onde baleias Jubarte (Megaptera novaeangliae) foram avistadas.

“Os registros fotográficos da baleia e da fila de resíduos foram feitos com segundos de diferença, a poucos metros de distância um do outro”, destacou o presidente do Redemarbrasil, William Freitas. Pesquisas revelam a presença de resíduos sólidos no trato intestinal de várias espécies de cetáceos, a exemplo das jubartes.

“Se a baleia decide se alimentar nessa área, certamente acaba ingerindo uma boa quantidade de lixo  junto com pequenos peixes, plânctons e outros alimentos, o que acaba causando um impacto direto na saúde desse animal, colocando sua própria vida em risco”, frisou o biólogo e coordenador do PBS, Victor Bandeira.

De acordo com a coordenadora de empreendedorismo, ação social e meio ambiente da ACEB, Anne Cristina Nogueira, que recentemente acompanhou de perto a poluição marítima próximo à costa de Salvador, os oceanos acabam sendo o destino final de grande parte dos resíduos gerados em terra e as consequências dessas atividades afetam todo o ecossistema.

Por isso, “precisamos repensar nossas atividades, nosso consumo e o descarte de materiais nocivos à nossa saúde e à saúde do meio ambiente. É urgente a criação e implementação de políticas públicas no combate à poluição, seja ela de natureza orgânica, química e até mesmo sonora”, pontuou a acebiana.

Imagem: reprodução

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário