Alma News

Em Nice, França e Brasil vivem romance em exposição fotográfica

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Nesta sexta, às 11h, hora local, o entusiasta prefeito de Nice, Christian Estrosi, ao lado do embaixador do Brasil na França, Luís Fernando Andrade Serra, da embaixatriz Rosana, e dos secretários municipais Christiane Amiel e Robert Roux, inaugurou a exposição “France-Brésil, uma história de amor: o patrimônio francês no Rio de Janeiro”, do fotógrafo argentino Omar Montenegro, ausente do evento.

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, abriu o evento ao lado do embaixador do Brasil, Luís Fernando Serra, da embaixatriz Rosana e dos secretários municipais Robert Roux e Christiane Amiel

Nice, que acaba de entrar para a lista do Patrimônio da Humanidade da UNESCO, e a Cidade Maravilhosa, são cidades-irmãs desde 1977, e Promenade des Anglais, a orla de Nice, em muito lembra a orla de Copacabana, por exemplo. Bem antes disso, em 1888, o imperador D. Pedro II e a princesa Isabel assistiram ao Carnaval na Praça Masséna, quando Nice tinha o melhor e maior Carnaval do mundo, no final do século XIX e início do XX, e este serviu de modelo para o corso alegórico e a batalha das flores que a princesa promoveu na orla do Flamengo, no ano seguinte.

Os músicos Sapeurs Pompiers de la Ville de Nice

A batucada da Associação Brasuca Show, com direção da querida baiana Solange Barreto, animou o ambiente na abertura, assim como a Banda dos Sapeurs Pompiers de la Ville de Nice, que tocou os hinos nacionais do Brasil e da França – a Marseillaise –, e o hino de Nice, o Nissa la Bella, encerrando o encontro.

A mostra acontece entre o Cour Jacques Chirac e o Quai des États-Unis, espaço próximo ao Centro Histórico de Nice, e sobretudo focada no patrimônio arquitetônico, como o Theatro Municipal, inspirado na Ópera de Paris, prédios como o mítico Copacabana Palace Hotel, fontes, chafarizes e esculturas.

Pascal Albin, Frédérica Karsenty, Annie Sidro e Matthieu Juin-Levite: franceses apaixonados pelo Brasil

O evento contou com as presenças de personalidades locais e de fora, como Rudy Salles, presidente do Ofício de Turismo de Nice; a historiadora e carnavalesca Annie Masséna Sidro; o musicista Pascal Albin Giordano; a psicanalista Marie Bonnafé; o diretor de Relações Internacionais de Nice, Cyril Doutre; o engenheiro Marc Jasmin Tawil; a diretora do Nice Jazz Festival, Frédérica Randrianome-Karsenty; o diretor de Relações Públicas de Nice, Matthieu Juin-Levite; e Stan Palomba, presidente de honra de Nice La Belle.

Presidente do Ofício de Turismo de Nice Métropole, Rudy Salles, e a carnavalesca Annie Sidro

E mais: os artistas plásticos brasileiros Sérgio Saad e Mica Barbot, esta com seu marido, o médico Pascal Boileau; o professor doutor Carlos Maciel; o baiano Marcos Silva, adido municipal para as Relações Internacionais e futuro advogado; o arquiteto Didier Roman, entre tantos outros, em total congraçamento franco-brasileiro.

Baieta! Saravá!

Por Duda Tawil, texto e fotos, correspondente do Alma Baiana na França

 

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário