Alma News

Hospital Mater Dei Salvador traz alta tecnologia em padrões sustentáveis no uso de recursos naturais

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Com robusta infraestrutura e moderno projeto arquitetônico, o Hospital Mater Dei Salvador, que tem previsão de inauguração no primeiro trimestre de 2022, é destaque quando os assuntos são princípios de humanização e alta tecnologia em padrões sustentáveis no uso de recursos naturais. O empreendimento, o primeiro da Rede Mater Dei de Saúde fora de Minas Gerais, está sendo construído com inovadoras técnicas de arquitetura e engenharia com o objetivo de garantir a eficiência energética e reduzir impactos no meio ambiente.

Localizado entre as avenidas Vasco da Gama e Garibaldi, o hospital será o maior da rede privada na capital baiana, com área de 61.731 metros quadrados, além do centro médico que tem 10.316 metros quadrados. A edificação possui o conceito “Green Building” (edifício verde em inglês) por trazer técnicas ambientalmente responsáveis e sustentáveis em seus diferentes estágios, desde a concepção até a operação.

O projeto arquitetônico, assinado pelo renomado arquiteto Siegbert Zanettini, prioriza a ventilação e a iluminação naturais com o objetivo de valorizar os recursos naturais e proporcionar o bem-estar dos usuários. Com formato cilíndrico e design arrojado, a edificação terá 50% da fachada revestida por vidros refletivos transparentes de alta performance com tecnologia que garante o controle eficiente da intensidade de luz na parte interior do hospital e reflete o calor do sol, evitando o aquecimento dos ambientes.

Antes do início da construção, foi realizado um estudo de sustentabilidade da edificação com o objetivo de aplicar as melhores tecnologias para otimizar o uso da energia elétrica e os sistemas de climatização e aquecimento. Para garantir a eficiência energética do hospital, foram adotadas algumas estratégias como a instalação de uma miniusina fotovoltaica na cobertura do prédio para geração de energia elétrica limpa a partir da captação da energia solar.  O prédio contará também com a iluminação por lâmpadas LED (Light Emitting Diode), que são mais eficientes e possuem maior vida útil do que as lâmpadas convencionais.

A iluminação das áreas de circulação do hospital será totalmente controlada por sensores fotoelétricos, que permitem o acendimento das lâmpadas somente quando não há iluminação por luz natural e há presença de pessoas no ambiente. Além disso, o hospital conta com sistema de ativação das tomadas dos quartos com o uso de cartão, paredes com isolamento térmico para minimização do aquecimento interno e instalação de medidores de energia por andar para melhor gestão do seu consumo.

Imagem: divulgação

 

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário