Alma News

Os benefícios da cirurgia robótica na endometriose

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

No Brasil, já é uma realidade o uso de robôs em procedimentos cirúrgicos, nas mais diversas especialidades médicas. No campo específico da ginecologia, a cirurgia robótica vem sendo uma grande aliada no tratamento da endometriose – uma doença que já atinge cerca de 7 milhões de brasileiras, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Os benefícios são inúmeros, tanto para as pacientes, quanto para os médicos. A cirurgia robótica trata a endometriose em diferentes níveis, com uma intervenção minimamente invasiva e um menor tempo de recuperação. A paciente pode receber alta um dia após a cirurgia. “A cirurgia robótica permite uma visão mais precisa das estruturas internas do abdome. Ela reúne a visão 3D em alta definição, que acrescente em relação à laparoscopia a noção de profundidade e além das vantagens da visualização, ainda há a questão da manipulação das pinças como se fossem mãos humanas.

Isso aprimora as cirurgias com lesões mais delicadas”, explica o médico Heron Cangussu, especialista em Oncoginecologista e Cirurgia Robótica e membro do Núcleo de Endometriose e Infertilidade de Salvador. Por isso, a robótica tem boa indicação em cirurgias complexas, como em casos de câncer do colo do útero, e extensas, como a da endometriose. O robô ajuda muito na execução do procedimento. E para a paciente, uma das principais vantagens do método é um pós-operatório mais tranquilo.

 

“Como o robô tem movimentos mais delicados e precisos, cria menos trauma e possibilita à paciente uma recuperação mais rápida”, explica Heron. A cirurgia robótica é indicada ainda para mulheres que querem engravidar e não conseguem por conta da endometriose – uma das principais causas de infertilidade feminina.

Imagens: divulgação

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário