Alma News

Salvador sedia exposição itinerante inspirada em objetivos da ONU para um mundo melhor

Alma Baiana
Escrito por Alma Baiana

Um dos cartões postais mais famosos da cidade, a Praça Visconde de Cairu, no Comércio, recebe entre os dias 13 de setembro e 12 de outubro a exposição 17 ODS para um Mundo Melhor, inspirada nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) criados pela Organização das Nações Unidas (ONU). A exposição gratuita chega a Salvador depois de passar por São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, e conta com 18 esculturas de globos terrestres ilustrados por artistas convidados.

O número total das obras expostas representa os 17 objetivos, e uma escultura de globo extra será ilustrada pelo artista plástico baiano Menelaw Sete, convidado para pintar a peça que vai representar o ODS 12 – Consumo e produção responsáveis: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis. Menelaw vai finalizar a pintura da obra na abertura da exposição, em uma live painting transmitida pelo perfil @17odsparaummundomelhor, no Instagram.

17 ODS para um Mundo Melhor conta com o apoio do Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial de Cultura, e apoio local da Saltur, Fundação Gregório de Mattos (FGM) e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. O patrocínio é do grupo Colgate-Palmolive e iniciativa da Toptrends, empresa especializada em unir marcas e causas através do marketing cultural, entre seus cases, a exposição CowParade Salvador.

A mostra propõe que as pessoas conheçam e reflitam sobre as ações elencadas pela ONU para melhorias no planeta. Em 2015, líderes mundiais dos Estados-membros da Organização das Nações Unidas reconheceram que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, incluindo a pobreza extrema, é o maior desafio global. Percebendo que os indicadores econômicos, sociais e ambientais dos últimos anos eram pessimistas, a ONU propôs que seus 193 países-membros assinassem a Agenda 2030, um plano global composto por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas para que esses países alcancem a sustentabilidade necessária, em todos os âmbitos, até 2030.

A exposição apresenta 18 globos terrestres, com 1,8m de altura cada, utilizados como suporte tridimensional para a criação artística. Tendo como disparador o plano global da ONU, um seleto grupo de artistas se apropriou da superfície dos globos para suscitar questões sociais, ambientais e econômicas, pautadas pelos 17 ODS. Entre as temáticas abordadas, estão Educação de Qualidade, Redução das Desigualdades, Igualdade de Gênero, Fome Zero, Agricultura Sustentável, Água Potável e Saneamento.

Artistas renomados, das mais variadas vertentes, foram convidados a utilizar os globos como suporte. Além de Menelaw Sete, Alexandre Truff, Mundano, Beatriz de Carvalho, Fabiano Al Makul, Priscila Barbosa, Maramgoní, Fernanda Eva, Pomb, os arquitetos Marcelo Stefanovicz e Consuelo Cornelsen, Giovanna Nucci, Binho Ribeiro e o coletivo SHN assinam as criações.

De acordo com Catherine Duvignau, CEO da Toptrends, o propósito da exposição é conscientizar e incentivar as pessoas a se engajarem na implementação dos 17 ODS. “Através da arte, vamos convidar a todos a refletirem sobre o papel de cada um de nós na construção de um mundo sustentável e mais inclusivo”, conclui.

Na foto, Menelaw Sete (divulgação)

Sobre o Autor

Alma Baiana

Alma Baiana

O que acontece de interessante na Bahia: cultura, sociedade, arquitetura, decoração, gastronomia, moda, entretenimento e muito mais!

Faça um comentário